CESVI Brasil - Centro de Experimentação e Segurança Viária

Classificação de avarias

O consumidor nem fica sabendo, mas o carro que ele está comprando pode ter sido batido – e reparado – antes mesmo de ser colocado à venda.

10/04/2018
Sabe aqueles automóveis que você vê sendo transportados num caminhão-cegonha? Pode ser que, mesmo tendo acabado de sair da fábrica, alguns já estejam batidos. Ao longo do processo de transporte, sempre existe um risco de acidente, que pode provocar desde um microdano até uma perda total – isso pode acontecer tanto no desembarque na concessionária quanto durante as manobras no local de estoque.

Por conta disso é que existe um tipo de seguro conhecido como “all risks”, que promove cobertura contra todos os riscos associados ao processo logístico de transporte do veículo.

As avarias provocadas nessas ocasiões podem ser classificadas como de dano leve, médio ou forte, dependendo da sua extensão. E o emprego de técnicas como reparação sem pintura e microrretoques para a correção desses danos foi o que estimulou a criação de um estudo do CESVI, que desenvolveu uma metodologia para definição e mensuração dos tempos nesses reparos. 

Voltar