CESVI Brasil - Centro de Experimentação e Segurança Viária

.BOLETIM TÉCNICO

CESVI

O Compêndio de Fichas de Resgate Veicular

Após um acidente, a retirada das vítimas de dentro de veículo é uma operação que precisa seguir diretrizes de segurança para evitar maiores riscos aos acidentados - e aos próprios socorristas.

13/06/2019
Após uma colisão forte com vítimas presas às ferragens, há a necessidade de uma operação de salvamento, que retire com a máxima segurança possível as pessoas de dentro do veículo. Também chamada de desencarceramento, essa operação é crucial para as equipes de socorro, pois há a necessidade de agilizar o atendimento a quem mais precisa ao mesmo tempo em que é preciso minimizar os riscos aos próprios profissionais envolvidos no salvamento. Para que isso ocorra nesses novos veículos, repletos de tecnologia embarcada, há a necessidade de instruir, aprimorar as técnicas e estimular a disseminação de informação entre quem faz o resgate e quem faz o veículo.

Justamente por isso, os envolvidos nesse trabalho, como as montadoras, as associações e os sistemistas, juntaram-se ao corpo de bombeiros para estudar como facilitar a operação e diminuir o tempo envolvido. Nessa busca, foi desenvolvido um material de apoio às equipes de salvamento, que é o Compêndio de Fichas de Resgate Veicular. Esse material reúne informações sobre diversos veículos e a localização neles dos novos equipamentos eletrônicos, de baterias, reforços estruturais, amortecedores e até barras de proteção. Tudo aquilo que possa dificultar ou trazer riscos à retirada da vítima.

A localização desses itens, além de agilizar o resgate, protege a equipe que está trabalhando no salvamento. Isso porque o local em que se deve cortar a carroceria pode ser uma região que tem um amortecedor de tampa traseira ou um airbag, por exemplo, que poderiam ferir a vítima ou o profissional que a está retirando das ferragens. 

Além dos exemplos citados, há itens como cintos com tecnologia de pré-tensionamento, baterias, unidades de comando de airbags, reforços de carroceria e até componentes de alta tensão, como aqueles presentes em veículos elétricos e híbridos. Todos elementos de risco numa operação de desencarceramento.

O Compêndio de Fichas de Resgate Veicular foi inicialmente feito pelo grupo de trabalho em via impressa, podendo ser consultado no caminho do resgate. Atualmente, porém, esse conteúdo já está disponível em aplicativo, que pode ser baixado nas principais lojas online.

Voltar